PM baleado em arrastão após show de Waters em SP

Um soldado das Rondas Ostensivas com Auxílio de Motocicleta (Rocam), do 21º Batalhão da Polícia Militar, foi baleado na mão esquerda, por volta das 23h30 de ontem, ao intervir em um arrastão ocorrido na Avenida Giovanni Gronchi próximo à esquina com a Rua Major José Mariotto Ferreira, região de Paraisópolis, no Morumbi, zona sul da capital.

RICARDO VALOTA, Agência Estado

04 Abril 2012 | 06h43

Seis ou sete bandidos, aproveitando o trânsito ruim na avenida e a passagem de várias pessoas que haviam acabado de deixar o estádio do Morumbi, onde ocorreu a apresentação de Roger Waters, ex-integrante da banda Pink Floyd, resolveram atacar algumas vítimas, tanto motoristas como pedestres. Policiais militares - a maioria do 16º Batalhão - que realizavam operação próximo ao estádio, foram até o local.

O policial, ao trocar tiros com um dos bandidos, foi atingido. O soldado foi encaminhado ao Hospital Albert Einstein e transferido para o Hospital Cruz Azul, no Cambuci. Os criminosos, após a ação, fugiram em direção à Favela Paraisópolis, localizada muito próximo do local onde as pessoas foram atacadas. O número de vítimas pode chegar a 10, segundo a polícia. Até as 4h45, nenhum suspeito havia sido detido pela PM e policiais do plantão do 89º Distrito Policial, do Portal do Morumbi, não sabiam informar quantas pessoas foram assaltadas durante o tumulto.

Mais conteúdo sobre:
PMbaleadoarrastãoshowSP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.