PM calcula em 4 mil manifestantes em protesto

A Polícia Militar do Distrito Federal já estima que 4 mil manifestantes estejam concentrados em frente ao Congresso neste momento. Duas pessoas foram detidas, uma por porte de entorpecentes e outra por carregar faca e cassetete na mochila. Alguns manifestantes começaram a jogar bombas contra os policiais que cercam a Câmara e o Senado. A manifestação começou por volta das 16 horas com 600 pessoas e aumentou com um grupo que veio do estádio Mané Garrincha, no início da noite. Vias foram interditadas para o protesto.

DAIENE CARDOSO, RICARDO DELLA COLETTA, EDUARDO BRESCIANI, ALANA RIZO E FÁBIO FABRINI, Agência Estado

26 de junho de 2013 | 20h45

O senador Eduardo Suplicy (PT-SP) chegou a ir até o gramado do Congresso para conversar com um grupo de manifestantes. Mais cedo, representantes desse grupo foram recebidos pelo presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN) e, na sequência, foram conversar com o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL).

Tudo o que sabemos sobre:
ProtestosDF

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.