PM e militares apreendem fuzis no Complexo do Alemão

A polícia começou a subir no Complexo do Alemão pouco antes das 8 horas da manhã deste domingo, 28. Pelo menos 100 homens de grupos operacionais da polícia civil, do BOPE, da Polícia Federal estão nesse momento revistando casas no conjunto de favelas. A expectativa é que eles encontrem pelo menos parte dos traficante que poderiam utilizar a região como rota de fuga. Os policiais têm o apoio de mais de 50 homens do exército e 5 veículos blindados, sendo um tanque e outros quatro veículos de transporte com metralhadora.

ALFREDO JUNQUEIRA E FELIPE WERNECK, Agência Estado

28 de novembro de 2010 | 10h25

Sete fuzis e sacos com drogas foram encontradas pelos policiais em quatro casas do Areal, a primeira localidade do Complexo do Alemão, que a polícia ocupou hoje. Todo material foi levado para o batalhão de Olaria em bacias de plástico.

"Todas as casas serão revistadas. Beco por beco, buraco por buraco", afirmou o comandante geral da PM, Mario Sergio Duarte, que chegou. há pouco, no local. Segundo ele, nenhum policial, nem morador foi baleado, mas ainda não é possível fazer um balanço da operação. "Os moradores sabem que viemos para trazer. Recebemos centenas de e-mail pedindo por isso."

Alguns moradores acompanham a movimentação das tropas de suas janelas tentando ao mesmo tempo se esconder de uma possível bala perdida e poucos se aventuram a sair. O clima é tenso, porém, as forças policiais demonstram confiança na ação.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.