PM é morto com tiro acidental dentro de base em MG

Um policial militar morreu e outro ficou gravemente ferido após serem atingidos por tiros acidentais de uma submetralhadora ontem dentro da 31ª Companhia da Polícia Militar de Juiz de Fora, em Minas Gerais. Segundo a capitã Kátia Moraes, o acidente aconteceu logo após a instrução (troca de informações entre os policiais), quando os militares estavam de saída para assumir seus postos fora da companhia. O cabo Gilmar Fonseca Rodrigues, de 38 anos, que foi atingido no peito, foi levado para o Hospital Monte Sinai, mas não resistiu aos ferimentos e faleceu. Já o cabo Adalberto Saraiva de Melo, de 41, que foi baleado na cabeça, chegou lúcido ao Hospital Albert Sabin, onde passou por uma cirurgia para retirada do projétil. O estado de saúde de Adalberto é considerado grave, porém estável. Como o acidente aconteceu dentro de uma base militar com policiais em serviço, será instaurado inquérito policial militar para apurar as causas dos disparos.

LUIZ CARLOS SILVA, Agencia Estado

22 de outubro de 2008 | 16h03

Tudo o que sabemos sobre:
violênciaMinas GeraisPM

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.