PM encontra laboratório ilegal de remédios em SP

A polícia desmontou na noite de ontem um laboratório clandestino em que eram produzidos supostos medicamentos fitoterápicos, que possuíam diversas indicações, como para emagrecer, diminuir o colesterol e combater o alcoolismo, na Vila Penteado, zona norte de São Paulo. Os policiais militares das Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar (Rota) chegaram ao laboratório depois de receberem uma denúncia feita ao Centro de Operações da Polícia Militar (Copom). Dois homens que estavam no local foram detidos e encaminhados ao 72º Distrito Policial (Vila Penteado), onde a ocorrência foi registrada.

DANIELA DO CANTO E RICARDO VALOTA, Agencia Estado

09 de junho de 2009 | 08h05

Os suspeitos declararam aos PMs que cada um recebia R$ 150 por semana para trabalhar no laboratório e disseram não saber se o laboratório possui alvará de funcionamento ou quem é o dono. De acordo com os detidos, todas as manhãs uma pessoa passava por lá para recolher os medicamentos. O material apreendido será enviado para a perícia.

Segundo os policiais, na garagem - em meio a restos de comida e sujeira - foi encontrada 1,5 tonelada de produtos usados na composição dos medicamentos. Também foram apreendidas 1,5 milhão de cápsulas vazias, 300 mil cápsulas cheias, 1 mil potes de fitoterápicos prontos para venda, milhares de rótulos de medicamentos de diversas marcas e modelos e uma máquina com capacidade para encher 250 cápsulas por minuto.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.