PM faz megaoperação contra o tráfico em morros do Rio

A Polícia Militar (PM) do Rio mobiliza hoje 500 homens numa grande operação contra o tráfico de drogas na zona oeste da capital fluminense. Desde a madrugada, policiais de 11 batalhões ocupam as favelas Vila Aliança, Taquaral, Coréia e Rebu, com o apoio de sete carros blindados, os chamados caveirões, 90 veículos e até uma ambulância. Segundo a PM, a operação foi planejada há meses com base em levantamento de fotos aéreas com o objetivo de cumprir oito mandados de prisão contra integrantes da quadrilha do tráfico local. Houve rápido tiroteio na chegada dos policiais na região da Vila Aliança, na Estrada do Taquaral. Nesta manhã, os agentes trabalham na retirada de barreiras instaladas nas ruas próximas à Estrada do Engenho, na mesma favela. Ainda não há informações sobre presos.Em outra operação, dessa vez da Polícia Civil, cerca de 40 agentes da Delegacia de Roubos e Furtos de Cargas (DRFC)ocuparam a Favela Pára-Pedro, em Colégio, na zona norte. O objetivo da ação é combater o roubo de cargas. Os policiais, que contaram com a cobertura de um helicóptero, foram recebidos a tiros na favela. Dois supostos bandidos morreram no tiroteio. Seis pessoas foram presas, suspeitas de integrar a quadrilha que controla o tráfico no local. Os policiais chegaram à casa do chefe do tráfico, mas ele escapou. Foram recuperados cinco carros roubados. Os policiais também apreenderam armas e drogas. A favela Pára-Pedro é considerada o maior destino de cargas roubadas no Rio. Segundo policiais da DRFC, devido ao enfraquecimento do tráfico de drogas, os traficantes locais atacam caminhões do Ceasa, próximo da comunidade, e dividem parte da carga com a comunidade para evitar denúncias.

ALEXANDRE RODRIGUES, Agencia Estado

10 de agosto de 2007 | 11h54

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.