PM permite que protesto siga até o centro de Salvador

A Polícia Militar decidiu abrir o bloqueio que havia montado na Praça Castro Alves, entrada do centro histórico de Salvador, e dar passagem a todos os manifestantes que fazem um protesto, nesta quinta, por melhorias na mobilidade urbana de Salvador.

TIAGO DÉCIMO, Agência Estado

27 de junho de 2013 | 16h56

A decisão foi tomada depois de uma breve negociação entre manifestantes e PMs. Os policiais fizeram uma contagem no número de participantes da passeata - cerca de 1,5 mil, de acordo com a PM - e decidiram liberar o acesso. Os policiais, porém, caminharam junto com os manifestantes, no caminho à Prefeitura, para evitar atos de vandalismo no centro histórico.

O grupo chegou à frente da Prefeitura às 16 horas, quando já não chovia na região. As lideranças do protesto leram a carta de reivindicações e passaram a chamar pelo prefeito.

O secretário de Urbanismo e Transporte, José Carlos Aleluia, saiu para conversar com os manifestantes, mas não foi ouvido. O prefeito está no local, mas ainda não há definição se ele vai sair ou se vai receber uma comissão dos manifestantes dentro do prédio.

Tudo o que sabemos sobre:
protestosSalvador

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.