PM realiza blitz da lei seca durante a madrugada em SP

Policiais militares do 34º Batalhão, de Trânsito, realizaram, das 22h de ontem às 4h desta madrugada de segunda-feira, mais uma blitz da Lei Seca, desta vez na região central da capital paulista.Os motoristas foram parados e tiveram de passar pelo teste do bafômetro em quatro pontos de bloqueio; três deles foram: Rua Martins Fontes esquina com a Rua da Consolação; Avenida Vieira de Carvalho com a Praça da República e Rua Amaral Gurgel com o Largo do Arouche.Foram abordados 38 motoristas, que fizeram o teste de bafômetro. Quatro foram multados por embriaguez, sendo que dois destes acabaram na delegacia porque excederam 0,29 mg de álcool por litro de ar expelido ou se negaram a fazer o teste. Em todo o final de semana, segundo a PM, nas várias blitze ocorridas entre o final de noite e madrugada, 723 fizeram o teste do bafômetro após serem parados nos bloqueios. Um total de 56 foi multado por embriaguez e 21 dos infratores tiveram de ser levados para a delegacia.L e i - Pela nova lei, quem for pego pelo bafômetro com uma margem entre 0,0 e 0,09 mg de álcool/litro de ar expelido não é considerado infrator e acaba liberado. De 0,1 a 0,29 mg, paga-se uma multa de R$ 957,20 e corre-se o risco de ter a carteira de habilitação suspensa de 12 a 24 meses; acima de 0,3 mg, além de pagar a multa e correr o risco de perder a habilitação, o infrator é levado para a delegacia, responde criminalmente, podendo pegar uma pena que varia de 6 meses a 3 anos de detenção. O infrator só é liberado para responder em liberdade após pagar uma fiança de R$ 300 a R$ 1.200.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.