PM reprime protesto de alunos no Rio

A Polícia Militar reprimiu ontem uma manifestação de professores e estudantes no câmpus da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj). Segundo vizinhos, foram lançadas bombas de efeito moral e houve pânico entre as pessoas que passavam próximo à universidade. Técnicos, professores e alunos estão em greve desde 11 de junho.

CLARISSA THOMÉ / RIO, O Estado de S.Paulo

24 de agosto de 2012 | 03h03

"Foi muito agressivo, uma repressão inútil. Nada foi depredado", disse o professor de Comunicação Fábio Iorio. Em nota, a PM afirmou que um caixa eletrônico foi destruído e uma bomba de efeito moral, lançada. O movimento grevista nega.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.