Pó de mico jogado em ventilador intoxica alunos em MG

Uma brincadeira de mau gosto interrompeu as aulas em uma escola estadual de Ibiraci, no sul de Minas Gerais, na tarde desta quarta-feira (13). Alunos jogaram "pó de mico" no ventilador da sala de aula e a substância rapidamente se espalhou. Mais de cem alunos ficaram intoxicados e 90 foram parar no hospital.

RENE MOREIRA, Agência Estado

14 de março de 2013 | 16h40

Os alunos atingidos têm na faixa de 10 a 12 anos e estudam na 5ª e na 6ª séries do ensino básico. A substância foi jogada no ventilador de uma sala, mas acabou atingindo também outras salas ao lado. Três estudantes foram apontados como autores e responderão internamente na escola.

Os alunos atingidos apresentavam reações alérgicas, principalmente, coceira. Para dar conta de atender a todos, foi preciso chamar mais médicos ao Hospital Municipal de Ibiraci. De acordo com a instituição, as crianças foram liberadas horas depois. Uma das preocupações dos médicos era de que a coceira causasse inflamações ou que a intoxicação levasse a crises de asma ou até mesmo a problemas pulmonares. Os estudantes receberam medicamentos antialérgicos na veia.

Alguns pais de alunos reclamaram que a escola estaria evitando punir os alunos que jogaram o pó porque um deles seria filho de policial. Em contato com a unidade de ensino, a Agência Estado foi informada que um procedimento foi aberto internamente, porém, não foram fornecidos detalhes, como prazo para finalizar a apuração ou mesmo a punição prevista aos envolvidos.

Tudo o que sabemos sobre:
pó de micoventiladorMG

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.