Polícia apreende doações em casa de prefeito em AL

Policias civis apreenderam na manhã deste domingo, durante a Operação Palmares, deflagrada para combater crimes eleitoral e organizado nas cidades de União dos Palmares e Santana do Mundaú, em Alagoas, grande quantidade de doações feitas aos desabrigados das enchentes ocorridas em junho deste ano.

SOLANGE SPIGLIATTI, Agência Estado

26 de setembro de 2010 | 14h49

Segundo a Polícia, as doações, entre cestas básicas, colchões, lençóis, cobertores, panelas e outros utensílios domésticos, foram encontradas na casa do prefeito de Santana do Mundaú, José Elói da Silva, na Rua Muniz Falcão. Uma moto, sem placas e sem documentação, também foi encontrada na casa do prefeito e recolhida à Delegacia Regional de União dos Palmares.

Ainda em Santana do Mundaú, a polícia prendeu Tamús Lourenço da Silva, filho do empresário e ex-prefeito da cidade, Antônio Lourenço. Na casa dele, foram encontradas munições de pistola, calibre 380. Tamús foi autuado em flagrante por posse ilegal de munição na delegacia regional.

Segundo a polícia, também foi apreendido um Boletim de Ocorrência registrado pelo contador do município, Valmir Cavalcante Lima, que informava que sua casa tinha desmoronado em consequência das enchentes, quando o imóvel se encontra em perfeito estado. Com isso, pretendia conseguir a ajuda que chega aos desabrigados.

Mais de 80 policiais civis da Deic (Divisão Especial de Investigação e Capturas), do Tigre (Tático Integrado de Grupo de Resgates Especiais), e da Asfixia cumpriram 20 mandados de busca e apreensão, expedidos pelos juízes da 17ª Vara da Capital e pelo juiz eleitoral de União, Marcelo Tadeu, que é auxiliado naquela comarca pela juíza Lorena Sotto Maior.

Tudo o que sabemos sobre:
políciacrime eleitoralAlagoas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.