Polícia apreende mais de 200 aves silvestres no RS

Mais de 200 aves silvestres, entre pássaros silvestres, galos de rinha e papagaios, além de tartarugas, foram apreendidas em Taquari, no Rio Grande do Sul, nesta terça-feira, durante operação Asas da Liberdade, da Polícia Civil. A ação, que tem por objetivo o combate ao tráfico de animais, cumpre 15 mandados de busca e apreensão em vários pontos do município. Dois homens foram presos.

SOLANGE SPIGLIATTI, Agência Estado

03 Abril 2012 | 12h18

Os policiais também apreenderam diversos alçapões, CDs com canto de pássaros para atrair as aves e duas armas - um revólver calibre 38 e uma espingarda calibre 20. Os proprietários das armas, dois homens de cerca de 40 anos, deverão responder pela posse de arma de fogo.

Outras 15 pessoas, com idades entre 25 e 60 anos, que estavam nos locais das apreensões, serão enquadrados em crime ambiental. Eles foram encaminhados à DP, onde será lavrado Termo Circunstanciado (TC), cientificando-os da audiência no Juizado Especial Criminal no final de abril. A multa varia de R$ 500,00 a R$ 5 mil por unidade, segundo a polícia.

A operação conta com 60 policiais da região, com apoio de duas ONGs - Associação de Proteção aos Animais e ao Meio Ambiente (ARPA), de Bento Gonçalves, e Rede de Proteção Ambiental e Animal (RETRAS) de Taquari.

Mais conteúdo sobre:
Animaisapreensão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.