Polícia apura ligação de membros do Bope com bicheiro

A polícia do Rio de Janeiro está investigando suposta ligação de quatro policiais do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) com um bicheiro. Os quatro foram retirados de seus serviços de rua ontem no Rio após serem acusados de fazer a segurança do bicheiro Alcebíades Paes Garcia, o Bide. Bide, ex-diretor da escola de samba Acadêmicos do Salgueiro, é suspeito de controlar pontos de jogo do bicho na zona sul do Rio. Os policiais não foram presos e estão mantidos em funções administrativas da Diretoria Geral de Pessoal (DGP), dentro do quartel do Bope, no Catete, segundo a Secretaria de Segurança Pública do Rio. Os nomes dos policiais não foram divulgados.

SOLANGE SPIGLIATTI, Agencia Estado

14 de julho de 2008 | 14h07

Tudo o que sabemos sobre:
corrupçãoBope

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.