Polícia chilena apreende malas feitas de cocaína

Passageira argentina causou suspeita com malas que pesavam mais do que o conteúdo.

BBC Brasil, BBC

04 de junho de 2009 | 08h51

A polícia no Chile informou que prendeu uma mulher, a caminho da Espanha, que levava malas feitas de cocaína.

A argentina de 24 anos estava no aeroporto de Santiago, para depois embarcar para Madri. Os policiais selecionaram a mulher e decidiram revistar suas malas quando ela demonstrou nervosismo.

As suspeitas aumentaram quando os policiais descobriram que as duas malas eram mais pesadas do que o conteúdo que levavam.

As malas pretas eram feitas de uma mistura de cocaína pura e plástico. Cada uma pesava mais de 20 quilos.

A cocaína, que depois foi extraída das malas pelas autoridades por meio de um processo químico, teria alcançado peso de 15 quilos.

"Neste caso, a malas eram as drogas", teria dito o delegado de polícia Leandro Morales.

Segundo Morales, a passageira argentina afirmou que estava em férias e iria visitar amigos, mas depois confessou que estava traficando drogas.

A argentina afirmou que teria recebido um pagamento de US$ 5 mil para entregar as malas, acrescentou o policial. BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Tudo o que sabemos sobre:
chilecocaínamalas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.