Polícia da Suécia detém suspeito de planejar ataque terrorista

Iraquiano de 25 anos foi preso em centro de requerentes de asilo

O Estado de S.Paulo

19 Novembro 2015 | 22h04

ESTOCOLMO - A polícia da Suécia prendeu nesta quinta-feira um homem suspeito de planejar um ataque terrorista, após uma caçada como parte de rigorosas medidas de segurança impostas no país depois dos ataques ocorridos em Paris, que mataram 129 pessoas.

A polícia elevou ao nível mais alto a avaliação de risco terrorista no país, para quatro em uma escala que vai até cinco, o que significa que há uma alta probabilidade de que "pessoas tenham a intenção e a capacidade de realizar um ataque".

Na quarta-feira, a Polícia de Segurança da Suécia disse que tinha informações concretas sobre um possível ataque. Mais tarde, a polícia apontou o iraquiano Mutar Muthanna Majid como suspeito.

A porta-voz policial Sirpa Franzen afirmou que a prisão ocorreu sem violência. Majid foi detido durante uma ação da polícia em Boliden, cidade do nordeste do país.

A operação foi lançada no final da tarde contra um centro de requerentes de asilo. Em uma declaração escrita, o primeiro-ministro Stefan Löfvén elogiou a "rapidez com qual ele foi localizado e preso".

"Ainda estamos muito interessados ​​nas atividades do suspeito enquanto (estiver) na Suécia", disse ela. A porta-voz se recusou a comentar relatos da mídia de que o suspeito tinha cúmplices. "A investigação ainda está numa fase muito intensa", acrescentou. / REUTERS

Mais conteúdo sobre:
Suécia Paris

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.