Polícia de SP investiga página homofóbica no Orkut

Uma página inserida no site de relacionamentos Orkut sob o título "Você nem sabe. Eles têm aids e nem te falam" virou caso de polícia em Marília (SP). Assinado por uma suposta organização denominada "Marília 100 HIV", o texto diz que 16 moradores da cidade, entre eles estudantes e funcionários públicos, são homossexuais e "estão contaminados com HIV, todos são soropositivos". Diz ainda que eles "ficam, namoram e transam", mas "nem falam que têm o vírus da aids, e daí, você é mais um contaminado".As vítimas não sabem por quanto tempo a página e suas fotos permaneceram expostas na internet. Uma delas foi informada por um amigo e registrou ocorrência no 5º Distrito Policial. O delegado Cícero Cardoso tenta descobrir o autor da página por informações fornecidas pelas próprias vítimas. Mas ele informou que também pedirá informações à empresa Google, administrador do Orkut, sobre o perfil de usuário e dados operacionais como, por exemplo, a máquina de onde o internauta responsável criou e manteve o perfil no site de relacionamento.

JAIR ACEITUNO, Agencia Estado

28 de fevereiro de 2008 | 16h28

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.