Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Polícia do Exército reforça segurança do Planalto

Soldados da Polícia do Exército fazem neste momento um cordão de isolamento no Palácio do Planalto para impedir qualquer tentativa de aproximação dos manifestantes que estão concentrados em frente ao Congresso Nacional. Além dos soldados, seguranças civis do próprio Palácio reforçam a segurança do local.

LISANDRA PARAGUASSU E RICARDO BRITO, Agência Estado

20 de junho de 2013 | 19h12

A via que dá acesso ao gabinete presidencial também está bloqueada por carros da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros. Todo o estacionamento do Planalto está ocupado por soldados.

Para aumentar a segurança, foram colocadas duas fileiras de grades para dificultar possíveis tentativas de invasão. A Polícia Militar bloqueou o acesso a Esplanada dos Ministérios desde as 14 horas.

O presidente do Senado Federal, Renan Calheiros (PMDB-AL), e o primeiro vice-presidente da Câmara dos Deputados, André Vargas (PT-PR), estão reunidos no gabinete da Presidência do Senado para discutir a maneira de lidar com as manifestações que tomam conta da frente do Congresso Nacional.

Os dois se comprometeram a receber representantes de manifestantes para ouvir as reivindicações do grupo. Sem se identificar, três pessoas entraram no gabinete de Renan Calheiros, ciceroneados pelo diretor da Polícia Legislativa do Senado, Pedro Ricardo. Seria um dos cinco grupos que devem ser recebidos.

Tudo o que sabemos sobre:
protestosBrasíliasegurança

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.