Polícia do RJ prende 11 em ação contra anabolizantes

Academia na Barra da Tijuca serviria de ponto de revenda de produtos ilegais

Fabiana Cimieri, de O Estado de S. Paulo,

14 de fevereiro de 2008 | 19h40

Nesta quinta-feira, 14, a Polícia Civil prendeu 11 pessoas acusadas de vender anabolizantes em academias de ginástica do Rio. Outros dois suspeitos de integrarem a quadrilha estão foragidos. A investigação da Delegacia de Repressão aos Crimes contra a Saúde Pública, que começou há seis meses, concluiu que a academia Rio Sport Center, na Barra da Tijuca, bairro de elite da zona oeste do Rio, serviria de ponto de revenda desses produtos ilegais. Segundo a polícia, foram apreendidos em uma loja dentro dessa academia alguns potes contendo comprimidos e suplementos que ainda serão analisados pela perícia. Além de academias, a quadrilha também manteria contato com farmácias e clínicas de estética. Duas farmácias foram fechadas. A academia Rio Sport Center negou que venda remédios, produtos ilegais ou perigosos para a saúde em suas dependências.

Tudo o que sabemos sobre:
anabolizantesRio de Janeiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.