Polícia do RJ prende 13 por fraude em combustíveis

Uma operação da Delegacia Fazendária (Delfaz) da Polícia Civil do Rio de Janeiro contra uma quadrilha suspeita de sonegação fiscal e adulteração de combustíveis em Campos dos Goytacazes, no norte fluminense, terminou com as prisões de 13 pessoas hoje. A operação ocorreu também em Brasília e cidades de Minas Gerais.

TIAGO ROGERO, Agência Estado

02 Junho 2011 | 17h20

Segundo a polícia, os presos, em sua maioria, são donos de postos de gasolina e usinas. Um suspeito está foragido. Foram cumpridos 22 mandados de busca e apreensão. Na casa de um dos presos, os agentes apreenderam uma escopeta calibre 12 e munições. Um posto de combustíveis foi interditado em Campos. Foram apreendidos quatro caminhões com combustíveis adulterados e diversos documentos.

Segundo a assessoria de imprensa da polícia, a responsável pela operação, delegada Izabela Santoni, da Delfaz, informou que a quadrilha buscava o "enriquecimento ilícito não só com a sonegação fiscal, mas também com a mistura de combustíveis em detrimento da segurança do cidadão, em vista que eles misturam metanol, um combustível altamente tóxico, com etanol".

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.