Polícia e professores grevistas entram em confronto no Pará

Pelo menos cinco pessoas ficaram feridas e um homem foi detido; os professores reivindicam reajuste salarial

FABIANA MARCHEZI, Agencia Estado

09 de maio de 2008 | 18h08

Professores em greve há 15 dias entraram em confronto nesta sexta-feira, 9, com a Polícia Militar após um protesto nas ruas de Belém. De acordo com a TV Globo, pelo menos cinco pessoas ficaram feridas e um homem foi detido.  Os grevistas bloquearam uma rodovia em frente ao palácio do governo. Para dispersar os manifestantes, a tropa de choque da PM usou spray de pimenta, balas de borracha e bombas de efeito moral. Um grupo respondeu com pedras. Os professores reivindicam reajuste salarial. Antes do protesto, eles foram recebidos por um representante do governo do Pará, mas não houve acordo.

Mais conteúdo sobre:
educaçãoPará

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.