Polícia egípcia enfrenta atiradores no Sinai-TV

A polícia egípcia enfrentou na quinta-feira homens armados no norte de al-Arish, principal cidade do Sinai, informou a televisão estatal, um dia após as forças de segurança iniciarem uma repressão aos militantes islâmicos da região.

Reuters

09 de agosto de 2012 | 08h01

"Os confrontos entre homens armados e as forças da polícia foram retomados em frente à delegacia de polícia número dois em al-Arish", afirmou o canal Nile News, citando o seu correspondente no local.

Os atiradores não foram identificados. Mais detalhes não estavam disponíveis e autoridades de segurança não puderam ser localizadas imediatamente para comentar. Um correspondente da Reuters em al-Arish disse que a cidade estava agora calma depois dos embates.

A varredura da segurança do Exército vem após um ataque contra os guardas da fronteira, no domingo, por atiradores que depois atravessaram por uma passagem da fronteira israelense. Israel disse que este era um "chamado" para o Egito assumir um controle mais firme da região que está ameaçada pela crescente anarquia.

Aeronaves egípcias atingiram alvos suspeitos de militantes perto da fronteira e tropas invadiram vilarejos na quarta-feira, após os ataques de domingo, em que 16 guardas da fronteira foram mortos.

(Reportagem de Yasmine Saleh; Reportagem adicional de Yusri Mohamed)

Tudo o que sabemos sobre:
EGITOATAQUEFRONTEIRA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.