Polícia encontra veículo usado no ataque à delegacia

A polícia encontrou no final da tarde de ontem em um canavial, na zona rural de Santa Maria da Serra, a caminhoneta usada pelo bando que explodiu a Delegacia de Entorpecentes (Dise) de Botucatu, interior paulista, na segunda-feira. O veículo estava em uma fazenda próximo à Rodovia Geraldo Pereira de Barros (SP 191). A Polícia Científica encontrou fragmentos de impressões digitais que poderão ajudar nas investigações do ataque. A caminhoneta estava com o teto e uma das portas amassadas. De acordo com o delegado Sérgio Castanheira, da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Botucatu, depois do trabalho da perícia, a caminhoneta será devolvida ao proprietário, que é de em Lençóis Paulista. Agora, a polícia tenta encontrar os integrantes da quadrilha, que levaram mais de 100 quilos de drogas, armas e munição. De acordo com a DIG, integravam a quadrilha de 8 a 10 pessoas. A caminhonete foi roubada em Lençóis Paulista por três pessoas. Os bandidos haviam abastecido o veículo em um posto da Marechal Rondon, no município de Areiópolis, onde também encheram um galão com 20 litros de gasolina, que usaram para explodir o prédio. Com base no depoimento de frentistas, peritos preparam o retrato falado dos criminosos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.