Polícia enfraquece tráfico 'no bolso', diz Cabral

O governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral Filho (PMDB), citou a operação realizada hoje de manhã no Morro do Borel, na Tijuca, zona norte da capital fluminense, ao ser perguntado sobre como combater a violência no Estado nos Jogos Olímpicos de 2016. Na ação, a polícia prendeu "laranjas" e apreendeu bens de traficantes do morro. "Em última análise, a parte mais sensível do corpo humano é o bolso. Estamos enfraquecendo-os duplamente com a pacificação nas comunidades", disse.

BRUNO LOUSADA, Agencia Estado

30 Outubro 2009 | 12h44

"Afinal, quanto custa um ponto de venda de drogas ''dominado'', como eles dizem, na Babilônia (morro da Babilônia, no Leme, zona sul do Rio); Chapéu Mangueira (morro do Chapéu Mangueira, zona sul); Dona Marta (morro Dona Marta, em Botafogo, também na zona sul) e Cidade de Deus (em Jacarepaguá, zona oeste)?", questionou Cabral. "O Rio já provou que em eventos internacionais somos plenos", afirmou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.