Polícia exumará corpo de doméstica morta por dívida

A Polícia Civil exumará o corpo da doméstica Alessandra Soares de Oliveira, de 29 anos, assassinada a tiros junto com o marido, Samuel Silva, de 35, no domingo, 6, em São Roque (SP), por que o casal não tinha R$ 300 para pagar o aluguel. A exumação visa confirmar informação da família da mulher de que ela estava grávida de 3 meses quando foi morta. Se a gravidez for confirmada, a pena prevista para o crime pode aumentar.

JOSÉ MARIA TOMAZELA, Agência Estado

09 Outubro 2013 | 19h57

O acusado de ser o autor do duplo assassinato, Oroni Lopes da Rocha, dono da casa em que morava o casal, se apresentou à polícia nesta quarta-feira, 9, acompanhado de um advogado. Rocha alegou que foi até a casa para fazer o despejo dos inquilinos, mas foi ameaçado pelo casal e teria atirado em legítima defesa. Depoimentos obtidos pela polícia dão conta de que ele já havia agredido Alessandra por atraso no pagamento. Rocha tem passagens por roubo, porte ilegal de arma e tentativa de homicídio, por isso ficou preso. O filho dele, Emerson de Souza Rocha, de 24 anos, acusado de ajudar o pai na execução dos crimes, está preso desde segunda-feira, 7.

Mais conteúdo sobre:
Assassinato São Roque aluguel

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.