Polícia holandesa descobre 7 toneladas de maconha em depósito

A polícia de Amsterdã encontrou 7 toneladas de maconha e haxixe em um depósito próximo ao aeroporto de Schiphol, com valor estimado de 40 milhões de euros.

REUTERS

24 de agosto de 2010 | 11h15

Segundo a polícia, o esconderijo foi localizado no dia 17 de agosto após a prisão de um homem de 35 anos, suspeito de vender drogas. Eles também detiveram sua namorada e uma pessoa que alugava o espaço do depósito.

A Holanda tem cerca de 700 "cafés" onde a venda de maconha é permitida, mas limitada a 500 gramas em estoque. Isso significa que a quantidade encontrada poderia fornecer às lojas 20 vezes a quantidade limite.

Fotos no site da polícia mostravam um contêiner cheio de caixas de papelão, cada uma contendo tijolos embrulhados de maconha e haxixe.

A posse de pequenas quantidades de drogas leves como maconha é legalizada dentro da lei holandesa, mas o tráfico de grandes quantidades é considerado um crime grave.

Policiais holandeses já realizaram diversas apreensões neste ano, enquanto traficantes se tornam cada vez mais criativos para tentar contrabandear as drogas através dos pontos de passagem de carga -- o aeroporto de Schiphol, o principal do país, e o porto de Roterdã.

Entre as grandes apreensões realizadas este ano foram encontradas drogas escondidas em remessas de uísque da Jamaica, abacaxis do Panamá e rosas da Colômbia.

(Reportagem de Ben Berkowitz)

Tudo o que sabemos sobre:
HOLANDAMACONHA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.