Polícia identifica suspeitos de estuprar garota de 13 anos em Sorocaba

Acusados têm entre 12 e 14 anos, sendo que dois deles estudam na mesma escola da vítima

José Maria Tomazela, Agência Estado

16 Março 2012 | 14h01

SOROCABA - A Polícia Civil de Sorocaba, no interior de São Paulo, identificou sete rapazes acusados de estuprar uma garota de 13 anos, este mês, no Wanel Ville, bairro da zona oeste da cidade. A adolescente foi submetida a duas sessões de estupro coletivo, segundo o delegado José Augusto Pupin, da Delegacia da Infância e Juventude (Diju).

Ela havia conhecido um dos rapazes pela internet. No primeiro caso, dia 5 deste mês, a adolescente foi obrigada pelo garoto a fazer sexo oral nele e em dois amigos dele. Uma semana depois, ela foi violentada por seis garotos.

Os acusados têm entre 12 e 14 anos e são estudantes, sendo que dois deles são alunos da mesma escola da vítima. Como houve contradição entre as versões dos envolvidos no caso, o delegado vai ouvir a menina novamente na próxima semana. Ele aguarda ainda o laudo dos exames nas roupas da adolescente. Caberá à Justiça, após o fim do inquérito, decidir se aplica aos infratores medidas sócio-educativas ou internação na Fundação Casa.

Outro caso. A polícia começou a investigar outro estupro coletivo praticado por cinco rapazes contra uma menina de 12 anos em dezembro do ano passado, num bairro da zona norte. Os garotos teriam gravado as cenas e ameaçavam postar na internet caso ela os denunciasse. A garota e a mãe dela já foram ouvidas.

Mais conteúdo sobre:
estupro coletivoSorocaba

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.