Polícia identifica suspeitos de explodir delegacia em SP

A Polícia Civil identificou três dos integrantes do bando que, no último dia 11, roubou armas, drogas e explodiu a Delegacia de Entorpecentes (Dise) de Botucatu, no interior de São Paulo. Dois deles, os homens que roubaram a caminhoneta usada na ação, depois de seqüestrar o dono do veículo, tiveram a prisão decretada pela Justiça. Eles seriam moradores de Lençóis Paulista, cidade da região, e estão foragidos. A polícia não divulgou os nomes. Um terceiro suspeito seria de Piracicaba e também está sendo procurado. O bando também praticou roubos nas regiões de Bauru, Piracicaba e Campinas. O delegado Sérgio Castanhera, da Delegacia de Investigações Gerais (DIG), disse que a prisão dos suspeitos pode ocorrer a qualquer momento. Segundo ele, o bando invadiu a delegacia para roubar drogas e armas. Depois de estourar um dos cofre e carregar outro na caminhoneta, eles decidiram incendiar os arquivos da delegacia, mas usaram muita gasolina. O incêndio resultou na explosão que demoliu o prédio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.