Polícia ouve parentes de assassinados em Campinas

Uma equipe de seis delegados começa a ouvir nesta terça-feira, 14, os depoimentos de familiares dos 12 homens assassinados entre a noite de domingo, 12, e a madrugada de ontem em Campinas, após a morte de um policial militar durante uma tentativa de assalto horas antes na mesma região.

RICARDO BRANDT, Agência Estado

14 de janeiro de 2014 | 10h41

Os depoimentos serão acompanhados por um promotor de Justiça destacado para auxiliar nas investigações. A Polícia Civil tem como principal linha de investigação o envolvimento de policiais militares nos crimes, mas também apura conflito entre quadrilhas.Os corpos de quatro das 12 vítimas começaram a ser enterrados também nesta terça-feira, no Cemitério dos Amarais em clima de revolta.

Mais conteúdo sobre:
violênciaCampinas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.