Polícia prende 14 no RS por série de assaltos

A Polícia Civil prendeu, hoje, 14 pessoas em Porto Alegre, Cachoeirinha e Gravataí, no Rio Grande do Sul, durante a operação Curinga. A quadrilha, segundo a polícia, praticava vários tipos de crimes, desde assalto a banco e estabelecimentos comerciais, hipermercados e depósitos de grandes lojas, além de roubo de carga e arrombamentos, em Porto Alegre e região metropolitana.

SOLANGE SPIGLIATTI, Agencia Estado

09 Dezembro 2009 | 14h33

A operação foi deflagrada pelo Departamento Estadual de Investigações Criminais (DEIC). Segundo o delegado Juliano Ferreira, que comandou a ação, as investigações começaram em fevereiro deste ano com o assalto à Prefeitura de Cachoeirinha. Desde então, cerca de 12 assaltos grandes, com participação de mais de dez pessoas e com muito armamento foram atribuídos à quadrilha.

Ao todo, a Polícia Civil cumpriu 24 mandados de busca e apreensão e 16 mandados de prisão temporária. Com os presos foram apreendidas diversas armas, entre revólveres e pistolas, além de objetos de furto ou roubo como aparelhos de LCD, confecções, celulares e medicamentos.

A quadrilha recebia informações privilegiadas de um vigilante de segurança privada que prestava serviços a bancos e estabelecimentos comerciais. Três indivíduos, considerados os líderes da quadrilha, estão entre os presos.

Mais conteúdo sobre:
polícia assaltos quadrilha RS

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.