Polícia prende 17 por aplicar golpe de empréstimo no Rio

Dezessete pessoas foram presas hoje no Estado do Rio acusadas de integrar uma quadrilha especializada em aplicar golpes de empréstimos por telefone. A operação, chamada Hidra, foi promovida por policiais civis da Delegacia de Defraudações, que tentavam cumprir 20 mandados de prisão. Três pessoas não foram localizadas e continuam foragidas.

FÁBIO GRELLET, Agência Estado

17 de novembro de 2011 | 21h13

Por meio de anúncios em jornais, a quadrilha oferecia empréstimos sem consulta aos órgãos de proteção ao crédito, como SPC e Serasa. Para receber o dinheiro, porém, a vítima era obrigada a pagar taxas, e mesmo após quitá-las a pessoa não recebia o empréstimo.

Já foram identificados 163 vítimas do golpe. O grupo, que chegava a lucrar R$ 40 mil ao mês, foi preso no Rio e em Nova Iguaçu, Belford Roxo e São João de Meriti. Todos vão responder por estelionato e formação de quadrilha.

Tudo o que sabemos sobre:
golpetelefoneprisãoRio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.