Polícia prende 5 acusados de estuprar adolescente

Cinco homens foram presos pela Delegacia da Criança e Adolescente Vítima (DCAV) nesta quinta-feira, 28, acusados de estupro de vulnerável e exploração sexual de uma menina de 15 anos. Outros dois homens e a mãe da adolescente ainda são procurados. A jovem, identificada como J, era explorada desde os nove anos pela mãe.

THAISE CONSTANCIO, Agência Estado

28 de novembro de 2013 | 15h45

José Belizário da Silva, conhecido como Dedé, de 79 anos; José Henrique Gomes, o Russo, 63; Humberto Ricardo Marsico Morelli Alves, o Maninho, que também é viciado em maconha e cocaína, 58; David Macedo Gonçalves de Aquino, conhecido como Davi ou David, 56; e Celso Medeiros Barrientos, o Celso Protético, 55, foram detidos.

O militar de reserva Alexandre Italo Oliveira Santos, vulgo Alex, 60; George Correia Teteu, conhecido como Jorge, 58; e a mãe da vítima, Jacira do Carmo Moreira, 46, estão foragidos. As investigações do delegado Marcello Maia apontam que a mãe oferecia a filha em troca de bebidas e drogas. Ela será indiciada pelos mesmos crimes dos presos e também por maus tratos e abandono material. A adolescente reconheceu todos os detidos por fotos.

Segundo o delegado Maia, Jacira tem sete filhas e um filho de pais diferentes. Algumas das crianças moram com os respectivos pais. As investigações indicam que pelo menos quatro meninas teriam sido exploradas pela mãe. Além de J, uma das filhas estaria presa em São Paulo, outra em um abrigo da prefeitura do Rio e a quarta teria morrido por excesso de drogas.

O caso

A adolescente J. morava há cerca de um ano com a irmã Amanda Cristiane do Carmo Nascimento, de 20 anos, desde que esta descobriu os maus-tratos praticados pela mãe contra os irmãos. Amanda percebeu as mudanças de comportamento da irmã mais nova e a menina confessou que tinha sido vítima de estupro desde os nove anos. Em depoimento, Amanda confirmou que a mãe tentava induzir todas filhas a se prostituírem.

J. contou que a mãe era viciada e a entregava aos sete denunciados em troca de pequenas quantias em dinheiro, bebidas alcoólicas e drogas, desde 2006. De acordo com o relato, Alexandre Italo Oliveira Santos teria comprado a virgindade dela por R$ 50. Ela disse que a Jacira a levava até as casas dos acusados onde era obrigada a se relacionar com vários homens enquanto a mãe a aguardava em outro cômodo das casas. J. revelou que ela e os irmãos passavam fome e a mãe vendia todos os pertences da casa para comprar drogas.

De acordo com o delegado, a adolescente não vacilou e não se contradisse durante o depoimento. As investigações indicam que Jacira está foragida com o filho. Os mandados de prisão foram expedidos pela 28ª Vara Criminal da Capital para que fossem feitas buscas nos bairros de Marechal Hermes e Piedade, na zona norte, após denúncia pelo Disque 100. O Ministério Público já entrou com ação para destituir o poder familiar de Jacira e tirar todos os filhos dela.

Tudo o que sabemos sobre:
EstuproRio

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.