Polícia prende 8 por vender produto pirata em Canas-SP

Após uma denúncia anônima, as Polícias Rodoviária Federal (PRF) e Civil prenderam hoje 8 acusados de vender produtos piratas e remédios de tarja preta em estabelecimentos situados na altura do quilômetro 46 da Rodovia Presidente Dutra, em Canas, no Vale do Paraíba (SP). Os remédios eram oferecidos numa farmácia que não possuía licença da prefeitura para funcionar. Em seis estabelecimentos, houve a apreensão de um rádio comunicador que copiava a freqüência da polícia, 3.655 comprimidos de medicamentos diversos, entre eles 120 "rebites" - usados por motoristas como estimulante -, 83 remédios líquidos e pomadas e 30 de tarja preta, 3.847 CDs e 2.238 DVDs falsificados, além de outros artigos sem nota fiscal de origem e aparelhos. O caso foi registrado na Polícia Civil da cidade.

ELVIS PEREIRA, Agencia Estado

12 de março de 2008 | 18h56

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.