Polícia prende hacker que invadiu página da Telefônica

Um programador de computador foi preso na noite de ontem após ter invadido o banco de dados de clientes da empresa Telefônica e disponibilizado as informações dos assinantes do Speedy na internet. Segundo a Secretaria de Segurança Pública, integrantes da Delegacia de Repressão a Crimes Cometidos por Meios Eletrônicos do Departamento de Investigações sobre o Crime Organizado (Deic), cumpriram o mandado de busca e apreensão na casa do hacker, em Itapevi, na Grande São Paulo. No local, os policiais apreenderam computadores pessoais e CDs, que serão periciados.

PRISCILA TRINDADE, Agencia Estado

20 Agosto 2009 | 16h43

Além da invasão ao site da Telefônica, o programador impediu que alguns participantes do Campus Party 2008, um evento tecnológico, acessassem alguns sites. O acusado admitiu todas as invasões aos bancos de dados e foi preso pelo crime qualificado de divulgação de segredos. A pena é de um a quatro anos de prisão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.