Polícia prende quadrilha acusada de 25 seqüestros

A polícia prendeu Darcy Javoni, o Chacrinha, 59 anos, e Wellington Theodoro Bernardes, o Sombra, 33 anos, acusados de serem os líderes de uma quadrilha que teria realizado 25 seqüestros nos últimos quatro anos. A dupla foi detida com outros dois homens acusados de pertencer ao bando depois que o cativeiro onde estava o microempresário Wlamir Pistori, 36 anos, foi localizado pela Delegacia Anti-Seqüestro (DAS), na madrugada desta terça-feira, 6, no Capão Redondo, na zona sul da capital paulista."O refém ficou 57 dias no cativeiro algemado e acorrentado. Além de apanhar diariamente", disse o delegado Wagner Giudice, diretor da DAS. O delegado contou que a vítima foi seqüestrada com o seu irmão, Walter Pistori, na noite do dia 10 de setembro deste ano, em Interlagos, também na zona sul. Mas, logo depois de capturado, o irmão foi abandonado. E veio o primeiro pedido de resgate: R$ 2,5 milhões.Os policiais começaram a investigar o caso. Bernardes foi preso na madrugada de terça, no mesmo bairro onde ocorreu o seqüestro. Ele confessou o crime e levou os investigadores até o cativeiro, na Rua Etelvino Pedro dos Santos.

Agencia Estado

06 de novembro de 2007 | 22h12

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.