Polícia prende suspeito de matar escritor paranaense

A polícia prendeu no fim da noite desta quarta-feira, 2, o suspeito de matar o escritor paranaense Wilson Pinto Bueno, 61 anos, na última segunda-feira, 31, em Curitiba, no Paraná. Segundo a Secretaria de Segurança Pública, o rapaz, de 19 anos, foi detido na Fazenda Rio, na região metropolitana de Curitiba. A polícia trabalhava com a hipótese de latrocínio (roubo seguido de morte). Segundo a Secretaria, parentes do escritor relataram, nesta terça-feira, 1, o desaparecimento de uma máquina fotográfica e do celular, da casa onde ele foi assassinado.

SOLANGE SPIGLIATTI, Agência Estado

03 de junho de 2010 | 15h33

Segundo o delegado Silvan Rodney Pereira, da Delegacia de Furtos e Roubos, "o assassino deve ser alguém que conhecia o escritor por não haver arrombamento da casa". Wilson Bueno foi encontrado morto por volta das 19h30 de segunda-feira, no bairro Santa Cândida. Ele era funcionário do Governo do Paraná desde abril de 1983, quando ingressou no Centro Cultural Teatro Guaíra, e sempre atuou na área da cultura. Autor de 13 livros, criador e editor por oito anos do jornal cultural "Nicolau", foi colaborador das principais publicações culturais do Paraná e do País.

Tudo o que sabemos sobre:
crimeescritorParaná

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.