Polícia prende suspeito de ter atirado em policial

A polícia prendeu, em um hospital da zona norte do Rio, um homem suspeito de ter atirado contra o helicóptero Águia, da Polícia Civil, onde estava um atirador de elite da Core (Coordenadoria de Recursos Especiais) que morreu baleado na cabeça durante operação no morro do Adeus (Ramos, zona norte), no fim da tarde de Sexta-feira.Uma denúncia anônima levou a polícia a Fábio Brum Camargo, de 25 anos, o Carão, que foi preso num leito do Hospital Salgado Filho, no Méier. Ele estava internado desde sábado com a mandíbula quebrada, supostamente depois de ter caído da laje de onde atirou contra os policiais. Segundo a Core, Carão confessou ter atirado no helicóptero onde estava o policial Eduardo Henrique Matos, de 35 anos.

TALITA FIGUEIREDO, Agencia Estado

11 de novembro de 2007 | 14h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.