Polícia prende suspeitos de matar criança no interior do Paraná

Segundo a polícia, os dois acusados estavam bêbados quando abusaram e mataram a menina na cidade de Castro

Evandro Fadel, O Estado de S.Paulo

11 Novembro 2008 | 18h40

A polícia prendeu nesta terça-feira, 11, em uma propriedade de Ponta Grossa, a cerca de 120 quilômetros de Curitiba, dois suspeitos de violentar e matar Alessandra Subtil Betim, de 8 anos, no domingo, na cidade de Castro, distante cerca de 30 quilômetros. De acordo com a polícia, Antônio Batista dos Santos, de 40 anos, e João Dorival de Almeida, de 28, estariam bêbados quando decidiram abusar da criança e, para não serem descobertos, mataram-na com golpes na cabeça. Ela desapareceu no domingo, por volta das 16 horas, quando resolveu voltar para sua casa, enquanto outras duas irmãs continuaram o caminho até uma padaria para comprar sorvete. Os suspeitos, que trabalhariam em corte de lenha na região, teriam levado a criança até uma casa onde a violentaram. Depois abandonaram o corpo em um matagal a duas quadras da casa onde morava. Ele só foi encontrado no dia seguinte pelo irmão da criança.

Mais conteúdo sobre:
violênciaParanácriança

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.