Polícia reage a provocação de manifestantes no Congresso

Policiais militares que cercam o Congresso Nacional na noite desta quarta-feira, 26, começaram a revidar as provocações dos manifestantes. Após eles lançarem bombas contra o policiamento, a PM usou spray de pimenta diante de um manifestante mais exaltado. Em reação, outro grupo do protesto começou a lançar objetos contra os policiais.

DAIENE CARDOSO, RICARDO DELLA COLETTA, EDUARDO BRESCIANI, ALANA RIZZO E FABIO FABRINI, Agência Estado

26 de junho de 2013 | 21h29

A Polícia Militar do Distrito Federal estima que 5 mil pessoas estejam concentradas no gramado do Congresso. Os manifestantes seguem jogando bombas contra a PM, que passou a utilizar bombas de gás lacrimogêneo para conter o protesto. Segundo balanço da Secretaria de Saúde, três policiais já foram atendidos com crise de hipertensão.

Tudo o que sabemos sobre:
protestosDFatualiza

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.