Polícia troca tiros com bandidos no Complexo do Alemão

Um intenso tiroteio entre policiais, homens do Exército e criminosos ocorria por volta das 16h20 na favela da Grota, no Complexo do Alemão, na zona norte do Rio de Janeiro. O Exército ocupou todos os acessos à favela com ajuda da Polícia Militar (PM). O tiroteio ocorre não apenas no Complexo do Alemão, mas também na Vila Cruzeiro, morro vizinho.

PEDRO DANTAS, Agência Estado

26 de novembro de 2010 | 16h35

Ao todo, três pessoas morreram hoje em confrontos com a PM na capital fluminense, segundo balanço parcial da corporação. Dois suspeitos foram presos e outros dois ficaram feridos. Após a fuga de criminosos depois da tomada da Vila Cruzeiro, na zona norte do Rio, a polícia cercou hoje o vizinho Complexo do Alemão, em busca dos traficantes. Dois veículos blindados M-113 da Marinha participam da operação.

Desde ontem a polícia ocupa a Vila Cruzeiro na megaoperação que realiza contra o tráfico de drogas e a onda de crimes no Rio de Janeiro. Depois de quase 40 horas de intenso tiroteio, a polícia anunciou a tomada da Vila Cruzeiro, no Complexo da Penha, quartel general da facção criminosa Comando Vermelho. Mais de 100 bandidos fortemente armados fugiram para o Complexo do Alemão, controlado pela mesma facção. A polícia, então, deu início hoje a uma operação no local.

Tudo o que sabemos sobre:
violênciaataquestirospolíciaRio

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.