Polícia usa cassetete para dispersar manifestantes na Jordânia

A polícia jordaniana, armada com cassetetes, entrou em confronto com centenas de manifestantes que gritavam: "o povo quer a reforma do regime", enquanto multidões tentavam marchar no centro da capital Amã nesta sexta-feira, disse uma testemunha à Reuters.

REUTERS

15 de julho de 2011 | 10h17

Forças de segurança já impediram manifestações anteriores que pediam a queda do governo, mas não do rei Abdullah, nas principais praças do país. O rei jordaniano nomeia o gabinete e tem amplos poderes no país.

As manifestações refletem os protestos populares espalhados pela região, como aqueles vistos no Egito e na Tunísia, onde líderes de longa data foram derrubados no início deste ano pelo povo.

(Reportagem de Khaled al-Ramahi)

Tudo o que sabemos sobre:
JORDANIAPOLICIAPROTESTO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.