Ayrton Vignola/AE-16/5/2011
Ayrton Vignola/AE-16/5/2011

Polícia vai intimar Pagura e Tardelli para depor

A Polícia Civil vai intimar nesta semana o ex-secretário estadual de Esportes Jorge Pagura e o ex-coordenador de Saúde do Estado Ricardo Tardelli para depor no inquérito que apura um esquema de fraude em plantões no Conjunto Hospitalar de Sorocaba (CHS). O Ministério Público, por sua vez, informou que pedirá a quebra do sigilo bancário de todos os suspeitos. As 12 pessoas que havia sido presas acusadas de envolvimento na fraude foram colocadas em liberdade.

José Maria Tomazela, O Estado de S.Paulo

28 Junho 2011 | 00h00

Neurocirurgião, Pagura é suspeito de ter recebido por plantões não dados no hospital, o que ele nega. Já Tardelli saberia do esquema, segundo uma gravação, mas não teria agido.

Segundo o delegado Rodrigo Ayres, do Grupo Antissequestro de Sorocaba, a lei permite que os acusados sejam ouvidos nas cidades onde moram, por meio de carta precatória. Ayres afirma, porém, que o ex-secretário e o ex-coordenador podem abrir mão desse direito, já que manifestaram interesse em colaborar com as investigações.

O advogado de Pagura, Frederico Crissiuma de Figueiredo, disse que o médico tem pressa em ver tudo esclarecido e admite a possibilidade de ele depor em Sorocaba. A reportagem não localizou a defesa de Tardelli.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.