Policiais civis de SP buscam apoio de deputados

Policiais civis de todo o Estado de São Paulo, há duas semanas em greve, começaram por volta das 15 horas de hoje um ato público na Assembléia Legislativa do Estado de São Paulo. Os mais de 700 manifestantes, de acordo com a Associação dos Delegados de Polícia do Estado de São Paulo (Adpesp), levaram para a frente da Casa um caminhão de som para chamar a atenção da população e dos parlamentares. Parte dos manifestantes entrou na galeria da Assembléia para buscar apoio dos deputados.Segundo a Adpesp, a greve da polícia tem 100% de adesão no interior do Estado e 80% na capital. Desde o início das paralisações, o número de ocorrências registradas no Estado caiu cerca de 60%. A assessoria de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado informou que não pretende negociar e que as propostas à categoria já foram divulgadas, por meio da imprensa, para os policiais.A categoria pede reajuste salarial de 15% ainda em 2008, mais 12% em 2009 e 12% em 2010. A secretaria ofereceu aos policiais reajuste de cerca de 7%, válido a partir do ano que vem. A proposta, que chegou aos policiais pela imprensa, não foi aceita. De acordo com a Adpesp, a greve continuará por tempo indeterminado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.