Policiais são presos por extorquir motoristas em MG

Três agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) foram presos, nesta terça-feira, acusados de extorquir motoristas em rodovias federais em Minas Gerais, principalmente para liberar veículos irregulares. As prisões fizeram parte de uma operação conjunta da PRF e da Polícia Federal (PF) no Estado, que resultou ainda nas capturas de um empresário e um caminhoneiro e na execução de cinco mandados de busca e apreensão em municípios do Norte do Estado e do Vale do Jequitinhonha.

MARCELO PORTELA, Agência Estado

26 de março de 2013 | 19h08

De acordo com a PF, a Operação Cerração foi desencadeada com agentes de Belo Horizonte e da PRF em Brasília (DF) e Rio de Janeiro após um ano e meio de investigações em tornos dos agentes rodoviários lotados nos postos de Manhuaçu, na Zona da Mata mineira, e de Caratinga, no Vale do Jequitinhonha. Segundo a PF, foi comprovado que os acusados "faziam uso do cargo público para obtenção de vantagens indevidas".

As identidades dos suspeitos não foram reveladas. Mas, ainda de acordo com a Polícia Federal, os agentes da PRF já respondem a procedimentos administrativos e criminais pelos mesmos crimes e podem ser condenados a mais de 20 anos de prisão.

Tudo o que sabemos sobre:
operaçãoMGprisõesPRFsextorsão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.