Policial é salvo de tiro por mochila em Porto Alegre

Um soldado da Brigada Militar, a polícia militar do Rio Grande do Sul, foi salvo pela mochila que carregava em frente ao corpo de um tiro disparado por assaltantes na madrugada desta quinta-feira. A bala rasgou roupas que estavam dentro, mas não chegou a atravessar a sacola. Mesmo assim, o impacto provocou dores no abdome do policial. Ele não precisou de atendimento médico, registrou a ocorrência numa delegacia e foi para casa. O confronto ocorreu perto de uma passarela da avenida dos Estados, na zona norte de Porto Alegre. Segundo o relato do policial, este caminhava quando foi abordado por dois homens, que anunciaram o assalto. Ainda de acordo com sua versão, o policial reagiu e, na troca de tiros, acabou matando Cristiano Oliveira, de 20 anos, e afugentando Eliandro Martens, de 26 anos, foragido do presídio de Viamão, capturado logo depois por uma equipe do 11º Batalhão de Polícia Militar na Avenida Fernando Ferrari. O soldado não quis se identificar por temer represálias.

ELDER OGLIARI, Agencia Estado

20 de dezembro de 2007 | 18h56

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.