Policial mata coletor de lixo que portava bíblia em SP

O cabo da Polícia Militar João Samir de Oliveira, de 36 anos, atirou e matou o coletor de lixo Antonio Marcos dos Santos, de 40, após confundir com uma arma uma bíblia que estava em seu poder. O crime aconteceu na noite de quarta-feira (26), em Avaré, a 263 km de São Paulo. A vítima caminhava pela rua próxima de sua casa quando foi abordada pelo cabo, que estava na companhia de outro policial. De acordo com testemunhas, no momento da abordagem o coletor teria levantado os braços para mostrar que não estava armado. O cabo da PM, no entanto, disparou a arma, atingindo o coletor no pescoço.

JOSÉ MARIA TOMAZELA, Agência Estado

27 Dezembro 2012 | 17h46

No depoimento prestado à Polícia Civil, o policial disse que o coletor mostrou-se assustado com a abordagem e fez menção de pegar algo que trazia sob a camisa. O policial acreditou que o volume seria uma arma e atirou. O coletor, que era funcionário da prefeitura local havia 18 anos, foi socorrido pelos próprios policiais e levado ao pronto-socorro da cidade. Ele chegou a receber atendimento médico, mas não resistiu. O corpo será sepultado na manhã desta sexta-feira (28). O cabo da PM foi preso e encaminhado para o Presídio Romão Gomes, na capital. Ele e o outro policial tiveram as armas apreendidas para perícia.

Mais conteúdo sobre:
assassinato coletor de lixo bíblia Avaré

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.