Poluição custou à China mais de 3% de seu PIB em 2004

A poluição na China custou ao governo dePequim 3,05% do Produto Interno Bruto (PIB) em 2004, ou seja, US$64,3 bilhões, segundo um relatório governamental divulgado pelaagência Xinhua. Este é o primeiro relatório que fornece números concretos sobreas conseqüências do desenvolvimento chinês, que a China começou amedir em uma fórmula que chama de "PIB Verde". O anúncio foi feito pela Administração Estatal de ProteçãoAmbiental e pelo Escritório Nacional de Estatísticas, responsáveis por parte das diretrizes do 11º Plano Qüinqüenal (2006-2010) dogoverno chinês, que defende um desenvolvimento mais sustentável. A "economia nacional verde", como é chamada no documento, foicalculada reduzindo do PIB o custo total dos recursos naturais e dadegradação ambiental que o país sofreu, devido ao crescimentoeconômico. As autoridades reconhecem, no entanto, que estes números poderiamser provisórios, já que "isto é apenas o início de nossos esforçospara calcular o PIB Verde". O subdiretor da entidade ambiental, PanYue, ressaltou que "a fórmula ainda não está completa e o governotrabalha para melhorá-la". Para colocar a poluição em números, levam-se em conta cinco tiposde recursos naturais: a terra, os minerais, as florestas, a água e apesca; além de dois tipos de degradação ambiental: a poluiçãoambiental e o dano ecológico. No relatório deste ano, as autoridades não levaram em conta ocusto da poluição nas águas subterrâneas ou na terra devido, segundoPan, "às limitações tecnológicas" do organismo, que só conseguiumedir 10 das 20 metas que tinha. Os números poderiam ser, portanto, maiores. Pan reconhece que,"se os fatores forem levados em conta, se pode imaginar a seriedadedo prejuízo causado pela poluição". A poluição da água custou à China US$ 36 bilhões, a do ar, US$27,65 bilhões e os acidentes ambientais e os resíduos sólidos,outros US$ 717 milhões.

Agencia Estado,

07 de setembro de 2006 | 13h09

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.