Pontuação de brasileiros cai em pesquisa sobre biodiversidade

Caiu a pontuação dos brasileiros numa pesquisa para medir a conscientização sobre o tema biodiversidade. No ano passado, 94% dos entrevistados do Brasil tinham ouvido falar no termo biodiversidade e 47% sabiam defini-lo de maneira correta. Já neste ano, no levantamento chamado de Barômetro da Biodiversidade, 93% dos entrevistados ouviram falar no assunto, e apenas 41% dos entrevistados deram a definição correta.

Afra Balazina, O Estado de S.Paulo

06 Junho 2011 | 00h00

O estudo é realizado pela União para o Bio-Comércio Ético (UEBT, na sigla em inglês). Neste ano, a pesquisa foi feita com 7 mil pessoas em sete países: Brasil, França, Estados Unidos, Coreia, Japão, Grã-Bretanha e Alemanha.

Em geral, ela mostra que cada vez mais as pessoas estão sensíveis ao tema biodiversidade. Em média, 65% dos entrevistados nos EUA, França, Alemanha e Grã-Bretanha responderam já ter ouvido falar em biodiversidade, contra 60% do ano anterior.

O conhecimento superficial do tema, porém, não é um problema só do Brasil: na pesquisa em geral, em média apenas uma a cada três pessoas sabe o significado da palavra. O estudo indicou que os consumidores jovens, com renda mais elevada e maior nível de escolaridade apresentaram maior consciência.

Na opinião de Rik Kutsch Lojenga, diretor executivo da UEBT, o resultado mostra que é preciso investir em educação ambiental. Na Grã-Bretanha, muitos confundiram biodiversidade com biotecnologia e, nos EUA, com diversidade de raças e religiões. Já os brasileiros parecem ter consciência de que a biodiversidade é seu próprio País, principalmente por causa da floresta amazônica. Segundo Lojenga, o fato de as Nações Unidas terem escolhido 2010 como o Ano Internacional da Biodiversidade, assim como a realização da Conferência das Nações Unidas sobre a Diversidade Biológica (COP-10), em Nagoya, trouxeram o assunto para o debate.

Comércio. As empresas tiveram avanços em dois anos. Em 2011, 27% das cem maiores companhias mundiais no setor de cosméticos mencionaram a biodiversidade em seus relatórios - em 2009, eram apenas 13%. Mas os consumidores têm dúvidas sobre como as empresas utilizam a biodiversidade nos produtos. Um total de 88% dos entrevistados gostaria de saber mais sobre a fonte de fornecimento de biodiversidade das empresas de cosméticos. E apenas 40% deles acreditam que as companhias do setor compram esses recursos de maneira ética.

GLOSSÁRIO

Biodiversidade

O termo descreve a riqueza e a variedade do mundo natural - plantas, animais e microrganismos que fornecem alimento, remédios e até matéria-prima industrial ao homem.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.