Porções menores para combater a fome infantil

É simples: para não deixar comida no prato, você pensa bem na sua fome e pede uma porção menor. O prato vem com dois terços do original, mas você paga o preço cheio - e 5% do valor vai para organizações que combatem a fome infantil.

JOSÉ ORESNTEIN, O Estado de S.Paulo

06 Dezembro 2012 | 02h12

A ideia de Marcos Nisti, do instituto Alana, virou o Projeto Satisfeito, lançado segunda em São Paulo, no Kaá. A casade Paulo Kress, do Grupo Egeu, é a primeiro a abraçar a causa. Mas, até janeiro de 2013, outros 18 renomados restaurantes também vão oferecer porções menores e repassar doações em dinheiro.

Segundo a ONU, um prato de comida para uma criança custa R$ 0,50. Se você pedir um prato de R$ 40 na "porção satisfeito", vai doar R$ 2 e garantir a refeição de quatro crianças. Uma organização na África e uma no Brasil são as primeiras beneficiadas pelo projeto. Mais informações em satisfeito.com.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.