Porto Alegre registra primeira morte pela gripe suína

A Secretaria Municipal de Saúde de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, confirmou hoje o primeiro caso de morte por gripe suína na cidade. De acordo com a pasta, o caso registrado é de uma mulher de 33 anos. A Vigilância em Saúde, órgão da secretaria, afirmou que toda a família da vítima foi monitorada. O diagnóstico foi constatado pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). Até o momento, existem 71 casos confirmados de Influenza A (H1N1) em Porto Alegre.

SOLANGE SPIGLIATTI, Agencia Estado

07 Agosto 2009 | 13h29

Até ontem, o País havia registrado 146 mortes em decorrência da Influenza A (H1N1). Ontem, o Rio Grande do Sul anunciou três mortes, São Paulo teve mais cinco óbitos e o Paraná, dois, ambos em Foz do Iguaçu. Um dos mortos no município paranaense é o de uma mulher de 55 anos, internada no dia 23 julho e que faleceu no dia 28 no Hospital Cataratas. O outro é uma gestante de 23 anos que deu entrada no Hospital Costa Cavalcante no dia 16 de julho, em estado grave e debilitada, e morreu no dia 26.

Para ajudar no combate à gripe suína, a prefeitura de Foz do Iguaçu vai utilizar um consultório ambulante, por meio de uma unidade móvel de saúde. O ônibus adaptado será usado para atender as comunidades dos bairros onde a Divisão de Epidemiologia indicar como necessário, segundo informações da prefeitura. A unidade estará em funcionamento até o final da semana.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.