Divulgação
Divulgação

'Pós-verdade' é eleita palavra do ano pelo Dicionário Oxford

Adjetivo foi definido pela editora britânica como relativo a circunstâncias em que crenças pessoais têm influência na formação da opinião pública

O Estado de S. Paulo

16 Novembro 2016 | 22h11

O Dicionário Oxford escolheu "pós-verdade" (post-truth) como a palavra internacional do ano de 2016. O adjetivo composto "pós-verdade" foi definido como "relativo a circunstâncias em que fatos objetivos são menos influentes na formação da opinião pública do que emoções e crenças pessoais". A frequência de uso da palavra "pós-verdade" em 2016 aumentou 2.000% em comparação com o ano passado. O resultado foi divulgado nesta quarta-feira, 16.

Segundo a editora de dicionários, as concorrentes a palavra do ano refletem um ano marcado por discursos políticos inflamados, como nas eleições americanas e no plebiscito sobre a permanência do Reino Unido na União Europeia.

"Alt-right", um dos termos finalistas, foi definido pela editora como um grupo ideológico associado a pontos de vistas extremamente conservadores, caracterizado pela rejeição da política convencional e do uso de redes sociais para disseminar mensagens controversas. Outra palavra em destaque neste ano foi "Brexiteer", uma pessoa a favor da saída da Grã-Bretanha da União Europeia.

Em 2015, um emoji foi eleito como palavra do ano pela primeira vez. A carinha mais usada no ano passado foi a que chora de tanto rir. 

(Com informações da Reuters)

Notícias relacionadas
Mais conteúdo sobre:
Brexit

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.